Melhore seu currículo no LinkedIn e aumente suas chances profissionais


10/01/2018
Por Cia de Experts

O LinkedIn chegou para ficar como uma das principais ferramentas para a área de recrutamento e seleção. É um banco de currículos gratuito, de fácil acesso e, para muitos recrutadores, fonte da maioria dos candidatos que passam em processos em suas empresas. Aliás, não é segredo que o currículo é o primeiro contato do recrutador com você, mas muito além disso ele é a forma de um potencial empregador ter o mínimo de interesse em te conhecer melhor e, quem sabe, oferecer aquela oportunidade que você tanto espera.

Então, por que não aproveitar este momento único de mostrar suas competências e histórico de carreira? Vale a pena investir seu tempo e colocar no currículo boa parte das informações relevantes sobre sua carreira.

Quer saber as principais?

NÃO ESQUEÇA DO BÁSICO

O que é o básico? Nome (evite apelidos); localidade em que reside; graduação com curso, instituição de ensino e ano de formação; nível de fluência em idiomas; empresas, cargos e período de cada experiência.

DESCREVA O QUE VOCÊ FAZ

Para você pode ser óbvio o que um “Analista Financeiro” faz. Ele cuida da saúde financeira, ora! Mas o que o recrutador quer mesmo saber é de qual parte do complexo departamento financeiro ele faz parte: contas a receber? a pagar? participa do planejamento financeiro? Tem contato com bancos?

Viu como não é tão simples? Então, conte de forma resumida, porém, clara, ao que você tem se dedicado no seu cargo atual e nos anteriores. Descreva o que você considera relevante. Porém, cuidado com textos longos. Use sentenças curtas que poderão prender a atenção do recrutador.

Um bom exemplo para começar:

Coordenadora Financeira

Nome da empresa
Período: janeiro de 2008 – agosto/2016
Localidade: São Paulo/SP

Atividades:

• Coordenação de uma equipe de 14 pessoas;
• Amplos conhecimentos em contas a receber e em contas a pagar;
• Conciliações bancárias;
• Análise e liberação de pagamentos;
• Controle e análise do fluxo de caixa;
• Acompanhamento no processo de confecção do planejamento anual do grupo, dando suporte aos diretores responsáveis pelas divisões de negócios;
• Análise e acompanhamento do real x planejado;
• Apresentação de análises e resultados financeiros para o grupo de gestão e conselho;
• Acompanhamento de processos contábeis (contabilidade externa);
• Negociações com bancos, clientes e fornecedores; 
• Procedimentos e revisão de controles internos;
• Experiência em recrutamento de novos talentos.

COLOQUE QUAL SEU NÍVEL NA ESTRUTURA HIERÁRQUICA

Já é um analista pleno, mas vive recebendo ofertas de vagas juniores? O problema, muitas vezes, está no fato de que os profissionais não escrevem o nível que ocupam na estrutura. Essa simples atitude evita que você perca tempo ouvindo uma proposta que não faz sentido para seu momento de carreira. E também é possível observar sua evolução no decorrer dos anos. Por exemplo:

“Coordenadora de Projetos Júnior
Nome da empresa: XXXXXXX
Período: março de 2014 – o momento 

Analista de Projetos Sênior
Nome da empresa: XXXXXXX
Período: março de 2012 – fevereiro de 2014

Analista de Projetos Pleno Bilíngue
Nome da empresa: XXXXXXXXXXXX
Período: agosto de 2009 – março de 2012”

DESTAQUE CONHECIMENTOS QUE SÃO IMPORTANTES NA SUA ÁREA

Tem mais afinidade com determinada linguagem de programação? Possui alguma certificação? Conhece determinados módulos do SAP? Com quais ERPs está familiarizado? Tudo isso é importante destacar em algum momento, seja na descrição das atividades executadas ou na listagem das suas atividades complementares. Um profissional de TI destacou:

- Experiência em Gestão de Service Desk, incluindo implantação de Service Desk
- Definição de processos, implementação de estrutura de ITIL e planejamento e implementação de projetos
- Governança de TI
- Gerenciamento de Projetos com base no PMBOK
- Balanced Scorecard (BSC)
- Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócio
- ITIL Foundation
- Microsoft MCP
 
MOSTRE O QUANTO VOCÊ TEM SE DEDICADO PARA CRESCER

Destaque os principais cursos e outras atividades relevantes das quais já participou. Mais uma vez: seja claro, mas sucinto. Destaque o que realmente for importante e que você entenda que fará a diferença quando alguém estiver lendo seu currículo.  Abaixo um exemplo de cursos que uma profissional da área de inovação listou como principais que já realizou:

“FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo
Sociology
2017 – 2019
 
Kaos Pilot
Arts and Crafts - Facilitation Learning Spaces - Education
2015 – 2015
 
EISE - Escola de Inovação em Serviços
Service Design, Design Thinking, Innovation Strategy
2013 – 2015
 
Universidade de São Paulo
Bachelor's degree Spanish Language and Literature
2006 – 2011
 
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Administration and Management, General
2004 – 2009”
 
INFORMAÇÕES ATUALIZADAS

 O fato de o LinkedIn ser uma rede social proporciona um ambiente em que você pode atualizar toda a sua rede sobre o que tem acontecido na sua carreira. Foi promovido? Coloque o novo cargo e a descrição do seu novo escopo. Saiu da antiga empresa? Mostre que está em busca de novos desafios. Procure sempre manter as datas de entrada e saída de cada passagem atualizadas.

LINKEDIN NÃO É FACEBOOK

Lembre-se: só porque é uma rede social não quer dizer que você deva se expor da mesma forma que nas outras. O LinkedIn é uma rede social especializada em relações vinculadas ao trabalho. Como você se comporta no ambiente de trabalho? Com seus gestores? O que você posta, curte, comenta, fica registrado e pode ser acessado por todos, portanto, cuide da imagem que você quer passar.

Por Cristiane Costa
Consultora de Recrutamento e Seleção na Cia de Experts