Programa de trainee: como se preparar para a última fase?


10/09/2018
Por Cia de Talentos

Com toda certeza você já pesquisou bastante sobre programas de trainees e fases do processo. Por isso, vou direto ao ponto quanto às dicas de como você deve se preparar para mandar bem na fase de Assessment ou Painel!

1) Apresentação pessoal



Mais do que contar a sua história, você precisa deixar claro o aprendizado e os impactos que os momentos relatados por você tiveram na sua vida. Resgate fatos e momentos que te ajudaram a ser quem você é hoje, construindo, de forma cronológica, uma linha do tempo. Pense no porquê esses eventos foram importantes e quais foram os aprendizados. Saiba reconhecer e divulgar seus acertos e conquistas e garanta que eles estejam alinhados aos objetivos do negócio.

Busque estruturar sua narrativa de forma a despertar a atenção dos avaliadores. Caso precise de inspiração, busque informações sobre storytelling que é a capacidade de contar histórias relevantes.

Outra dica importante é sempre usar a 1ª pessoa do singular (EU) ao contar a sua história. Jamais fale de você na 3ª pessoa.

Vou relatar dois exemplos que ilustram bem as dicas acima:
Na seleção para uma grande empresa de agronegócio, um candidato fez sua apresentação pessoal usando, como metáfora, as fases da sua vida e um fertilizante (produto usado pela empresa). Ganhou a atenção não só pela criatividade, mas por ter identificado muito bem os pontos importantes da sua história com o segmento da empresa.

Já outro candidato não teve a mesma sorte ao se apresentar na 3ª pessoa. “Bom dia a todos! Vou apresentar o Fulano (ele mesmo) que é um experiente profissional da área financeira. Com 17 anos ele fez intercâmbio e aos 19 conquistou seu primeiro emprego, onde descobriu que levava jeito para a área financeira”. Estranho, não é?

2) Resolução do desafio em grupo



Ser trainee é para aqueles que desejam ocupar posições de liderança nas empresas e gostam de desafios complexos. A carreira exige que a pessoa esteja sempre fora da sua zona de conforto e aprenda rápido em ambientes de alta exposição.

Na etapa presencial você receberá um desafio a ser solucionado em grupo. Aqui entram dois cuidados primordiais:
1. O interesse pelo negócio em que a empresa atua faz toda a diferença na hora da seleção, portanto, prepare-se muito bem: estude o segmento da empresa, conheça os produtos, quais desafios estão enfrentando, como foi a performance financeira no último ano, quais são os concorrentes, como está o mercado, etc. Isso lhe será muito útil na discussão em grupo, na contribuição de ideias, na tomada de decisão e solução do problema. 
2. Participe ativamente. Os selecionadores buscam frequência de comportamento, portanto, não adianta só falar quando o gestor chega perto ou usar frases de efeito para chamar a atenção para uma suposta habilidade. Contribua com seus conhecimentos, ouça o que os colegas têm a dizer, incentive a participação dos mais calados, analise as sugestões dadas e proponha soluções pragmáticas.

3) Comportamento na entrevista



A entrevista é um momento importante, pois as atenções estarão concentradas em você e na sua história.  Ouça com atenção as perguntas e responda de forma objetiva, contando o que você fez, porque agiu dessa forma e que resultados obteve. Busque contar suas experiências, diversificando-as se possível, pois será por meio delas que o entrevistador irá acreditar que você repetirá comportamentos e resultados esperados para a vaga em questão.

4) Postura



Fique atento a sua postura durante todo o processo. É esperado maturidade de um futuro trainee e você já deve ter ouvido falar que maturidade não tem a ver com idade, correto?

Cuidado com brincadeiras indevidas, comentários inapropriados, excesso de gírias e informalidade. Não se engane: mesmo em ambientes corporativos descontraídos, lembre-se de que você está num processo seletivo e naturalmente será avaliado em todos os momentos.

Adriana Rodrigues é psicóloga, mestre em Psicologia Social e consultora da Cia de Talentos.