Currículo: 5 Pontos que saltam aos olhos dos recrutadores


11/07/2019
Por Cia de Talentos

Quando vamos montar um currículo, a primeira pergunta que vem na nossa cabeça é: O que eu faço para que o meu CV se destaque entre as dezenas (e até centenas) de outros?

Por isso, conversamos com a consultora da Cia de Talentos Gabriela Cruvinel e ela falou sobre quais são os erros e acertos que saltam aos olhos dos recrutadores.

Informações incoerentes 

É sempre importante lembrar que o currículo é um documento que deve contar, resumidamente, o profissional que você é. Ele é o seu cartão de visita e o responsável por deixar as primeiras impressões sobre você em que está lendo.

Erros de português, de concordância e informações incoerentes saltam aos olhos de todos recrutadores. Portanto, cuidado ao colocar datas e informações mal explicadas.
Falta de informação de contato ou da sua formação acadêmica também podem fazer com que o seu currículo seja descartado rapidamente.

Experiências pessoais/acadêmicas

Se você está buscando um estágio ou trainee e ainda não teve nenhuma experiência profissional, não se desespere. O seu currículo não vai ficar “vazio.”

Trabalhos voluntários, na igreja, no negócio da família (incluindo experiência durante as férias), participação em congressos, pesquisas, monitorias, tudo isso conta! E não esqueça das suas experiências acadêmicas e dos projetos que você já participou, sejam eles pessoais ou com amigos.

“Toda situação que promoveu algum desenvolvimento pode ser contada no currículo. Escolha aquelas que realmente te deram mais repertório e que podem ser exploradas em uma entrevista. Vale contar sobre iniciação científica, Centro Acadêmico, Empresa Júnior e Competições Acadêmicas”, comenta Gabriela.

Informações desorganizadas

Se o seu currículo está todo desorganizado, a impressão que passa é que você é uma pessoa desleixada. “A primeira impressão ainda é a que fica. Por isso, um currículo bonito esteticamente pode ‘acrescentar pontos’ ao candidato”, explica Gabriela.

Além disso, a bagunça pode atrapalhar na hora do recrutador procurar as informações que precisa sobre você. As dicas da consultora de carreira são: Capriche no texto, na organização das informações e na revisão gramatical.

Atende aos requisitos da vaga 

Tão ruim quanto (ou pior que) um currículo desorganizado, é um currículo desatualizado. Esquecer de algum dado relevante para a vaga que você está buscando pode colocar tudo a perder.

“O recrutador vai checar, primeiramente, se o candidato tem os pré-requisitos da posição (curso e previsão de término, por exemplo). Por isso, sempre que se aplicar para algum processo seletivo, é importante dar aquela revisada no currículo e ter certeza que está tudo atualizado e fácil de compreender”, ensina a consultora de carreira.

Currículo feito de forma bem pensada 

Antes de te conhecer pessoalmente, o recrutador conhece o seu currículo e, por isso, ele precisa causar uma primeira impressão boa. “Perceber que o CV foi construído de forma cuidadosa, pensada, faz toda diferença”, explica a consultora de carreira.

Agora é a hora de colocar tudo em prática. Dedique um tempo ao seu currículo, escreva, reescreva e o atualize sempre que for necessário. Coloque tudo o que é importante e relevante para a sua vida profissional e jamais minta ou “aumente” as coisas.

“A construção do seu currículo pode ser uma ótima oportunidade para refletir sobre sua trajetória, pensar sobre tudo o que já viveu de muito legal e, se sentir falta de alguma coisa, pode ser o ponta pé inicial para buscar esse desenvolvimento”, finaliza Gabriela Cruvinel.